Valores

Coisas de ser uma mulher trabalhadora e mãe

Coisas de ser uma mulher trabalhadora e mãe


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Cada 8 de março é comemorado o Dia da Mulher Trabalhadora o Dia Internacional da Mulher, antes de irmos ao que interessa ... Parabéns a todas as mulheres! Uma forma de comemorar a luta da mulher em igualdade com o homem, na sua integração total na sociedade e no seu desenvolvimento como pessoa.

Conheço muitas mulheres corajosas, mulheres corajosas, inteligentes, generosas e trabalhadoras. Conheço mulheres que trabalham desde muito pequenas, outras que trabalharam a vida inteira e algumas que ainda tentam. Mas hoje estão na minha cabeça quem são a minha referência e que encarnam tudo o que eu gostaria de ser, hoje penso na minha mãe.

Comecei a trabalhar seriamente quando terminei a universidade. Já trabalhei em diversas empresas, fui estagiário, freelance e empregado. Tenho trabalhado em casa e com biscates. Mas, o trabalho real, o trabalho árduo, o trabalho diário constante, aquele que dura 24 horas por dia, veio há alguns anos com o nascimento do meu filho mais velho. Agora tenho três filhos e, nessa época, minha vida mudou radicalmente.Não sou mais mulher, trabalhadora e mãe. Agora sou uma mãe trabalhadora e uma mulher, naquela ordem. Estas são as coisas que mudaram em minha vida neste tempo:

- Dorme: O que aconteceu ao meu sonho que não é mais profundo? Na segunda tosse de uma criança durante a noite, eu já corro pelo corredor porque já sei que a terceira vem com vômito.

- Cuidado pessoal: Estou pensando nas centenas de vezes que saí de casa sem me olhar no espelho, até me descobri um dia de chinelo por estar em casa quando já estava no elevador.

- Tudo por eles: Finalmente um dia saio para comprar roupas para mim, mas volto com bolsas para elas porque me lembrei que uma precisava de meias, a outra de sapatos novos e que as camisas do meu filho mais velho eram pequenas demais para ele.

- Para usar o telefone: onde estão aquelas tardes em que podia passar uma hora a falar com os meus amigos ao telefone apesar de os ter visto nesse mesmo dia. Agora, ainda me pergunto por que, toda vez que o telefone toca, algumas pessoas pequenas aparecem como que pela ciência infundida para me dizer que caíram, que pintaram um quadro, que li uma história para elas ou que estão com fome.

- Relações sociais: o meu mundo mudou, já não saio para jantar com os amigos. Meu mundo é o parque e meus novos amigos, os pais dos amigos dos meus filhos. É engraçado como a gente pode ter uma conversa salpicada de ... "não ponha os pés na poça", "desça daí, você vai cair", "não bata nos amigos".

- Reciclagem de refeições: nada se joga fora em casa. Tudo o que sobra ou a criança não come faz parte do meu cardápio habitual. Comer sobras de crianças é normal, inclusive doces.

- Tempo pra mim: todos os dias proponho que, quando terminar meu dever de casa, reserve um tempinho para ler um livro ou assistir a um filme na TV. Mas todo dia acabo deitada na cama dormindo com a TV ligada, o controle remoto na mão, e às vezes roncando (com licença, uma é alérgica) e ... sonhando que estou trabalhando.

Parabéns a todas as mulheres e todas as mães!

Você pode ler mais artigos semelhantes a Coisas de ser uma mulher trabalhadora e mãe, na categoria Ser mães e pais no local.


Vídeo: Palestra: Caridade para com os Criminosos - GEML #Live #Caridade (Julho 2022).


Comentários:

  1. Yozshugor

    Desculpa, que não posso participar agora da discussão - não há tempo livre. Mas serei lançado - vou necessariamente escrever que penso nessa pergunta.

  2. Kajigar

    E outra variante é?

  3. Winwodem

    Posso te ajudar?

  4. Akinora

    Sim, eu definitivamente concordo com você



Escreve uma mensagem